18 agosto 2009

piscadelas e beslicões

Estão tentando me acertar
Não sou um saco de pancadas
Até desligo o meu coração
Puxando o fio da tomada
E tomara que caia uma estrela do céu
Pra me iluminar, pois tanta dúvida me faz mal

Estão querendo me pegar
Escapuli de uma cilada, mas mesmo assim ganhei um arranhão
Que eu logo trato com pomada
E tomara que toque aquela velha canção pra me consolar,
Pois tanta lágrima me faz mal

Até agüento um beliscão
e nem pergunto quem tem razão

E se meu olho não piscar,
E sei que a gente não se fala
Eu anuncio à toda nação
Eu subo na mais alta escada
E de prata
Eu faço a sua estrela no céu
Pra te iluminar, pois só de te olhar não faz mal

Até agüento um beliscão
e nem pergunto quem tem razão


bazar pamplona

2 comentários:

leandro ramone disse...

Também levei um beliscão, bem dentro do coração. Doeu pra caramba

Jaya disse...

"Eu subo na mais alta escada
E de prata
E faço a sua estrela no céu
Pra te iluminar, pois só de te olhar não faz mal"

Munitinha, essa parte.

P.,

Preciso conhecer mais do Bazar Pamplona. Tenho gostado de tudo o que me apresentam a respeito.

Um beijo.