29 outubro 2009

vem

"temos a noite pra nos salvar"
beto só - o tempo contra nós

vem
você é minha sala de estar
o lugar onde eu gosto de repousar.

eu tenho um amor que você não quer
mas eu sou menina-mulher
o que poderemos fazer?

vem
tem cerveja gelada
conversa atravessada
risada escancarada.

vem
põe a camisa que eu gosto
e se sair um poema
eu posto.


{para meu flanelinha querido!}

7 comentários:

maria fernanda; disse...

Que poema mais delícia de ler.

Coração Alado disse...

adoro essa coragem sua.
me contagia.

Junior Bellé disse...

Sala, cerveja, risada e poema: boa sexta-feira!

juliana santos disse...

Belo Poema, sereno e cheio de amor...

gabriela m. disse...

e saiu, afinal;

Ni ... disse...

O poema saiu....

E ele chegou? rs

Beijo

Marcelo Novaes disse...

Deu certo.



Beijos,





Marcelo.