29 outubro 2010

formas #2

eu te amo
como um vento zunindo na janela do prédio

te amo como
setembro e seus dias de ventos

te amo
como luzes da rua na madrugada

te amo como
frutas maduras descansando nas árvores

te amo
como meninas de saias justas andando na rua

te amo como
um sussurro em meio ao barulho

te amo
como atletas em olimpíadas

te amo como
lágrimas correndo no rosto

te amo
como lágrimas parando nos lábios

te amo como
o sol de janeiro

eu te amo
como formas geométricas perfeitas.

2 comentários:

gabs. disse...

teu amor é um sólido regular, pois.

gabs. disse...

assim, flor, quis dizer que quando alguém fizer uma coisa ruim comigo, que venha me contar, que não esconda de mim.
de certa forma, você tem razão quando diz que mentira e traição são a mesma coisa, mas a mentira tem muitas outras facetas.

eu nem disse que adoro essa fonte do teu cabeçalho, até tava usando antes desse lay de agora
:**